sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Uma comunicação para a Teologia

Semana passada com o pessoal da Teologia, em Pelotas, trabalhando a Comunicação, ênfase na Liturgia e nos documentos da Igreja Católica, a respeito. Participação pra lá de especial do professor Silon e da professora Kika, que deram um colorido especial, ao falarem a respeito das relações comunitárias e de uma atuação pautada por atitudes de relações públicas.
Uma marca especial do professor Silon foi ao dizer que "o mensageiro tem que se dar conta de que a mensagem é maior". Um questionamento imperdível num tempo em que muitos se acham acima do bem maior que é aquilo que se anuncia: a Palavra de Deus. Disse: "temos a verdade maior", impressionando seminaristas, religiosos e leigos que estavam ali e se sentiram provocados para olhar de um jeito novo o processo de comunicação.
A professor Kika provocou para ações que sejam pontuais e que marquem as relações entre a instituição - Igreja Católica - e a sociedade. Falou-se da necessidade de utilizar grandes momentos, marcando presença, como foi, este ano, a festa de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, em que a paróquia do mesmo nome, em Pelotas, fez uma semana de prevenção de acidentes.
Ficou a ideia de que precisamos, primeiro, preparar o primeiro instrumento de comunicação, que somos nós mesmos. Nesta preparação, o improviso é catastrófico, há a necessidade de estudo, observação da realidade e trabalhar muito nas relações humanas. O horizonte é promissor, o caminho está definido, agora, é caminhar. E caminhar juntos.
Postar um comentário