domingo, 5 de fevereiro de 2012

A busca de um sentido

Passou o temporal.
Agora apenas as árvores se quedam silenciosas
absorvento a seiva da vida que alimentará
seu tronco, suas raízes, suas folhas.

No passar dos dias, tento também
armazenar a seiva da vida para continuar a existência.
os dias de sol, em que tudo parece bem,
os dias nublados, em que existem dúvidas,
os temporais, em que a vontade é de abandonar tudo.

Esta chance, a vida não me dá.
Então, tento viver e ajudar a viver.
Toco a vida, buscando um sentido
para cada momento.
E também para quando for o seu final.
Postar um comentário