quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Apenas um perdão

Poderia ter sido mais fácil,
mas não foi:
tivemos que viver as mesmas dores,
refazer os mesmos caminhos,
enfrentar as mesmas desilusões.

Nossos erros não adiantaram nada,
nossas marcas passadas não foram sinais de experiência,
Enganos e acertos mostraram-se igualmente inúteis.

Restou apenas o sentimento humano do desgosto.
O sabor das lágrimas que se esquivam pelos sulcos de nossos rostos.
E mesmo que o tempo tenha passado,
Mostra a face implacável do quanto fomos incapazes
de pedir perdão.
Postar um comentário