sábado, 21 de julho de 2012

Amigos de grupo jovem

Fui falar sobre amigos com os quais convivi no Seminário e bateu uma enxurrada de mensagens a respeito do Grupo de Jovens Em Busca de Um Novo Sol, que tivemos na Paróquia Santa Teresinha, até meados da década de 80. Verdade, também um bom tempo, que ainda hoje guardo saudade, mas com os quais, ao menos alguns, ainda encontro, como a Lucinha, Pininha, Reinaldo, Jorge, Toninho.
Muitos outros pelas redes sociais, como o Almir, o Aldir e mais alguns. De outros, apenas notícias, como da Daisa, Ilda e outros.
Ficamos famosos pelas festinhas de final de semana, no salãozinho da paróquia, sempre findando pela 1 hora, já que havia a Missa das 10 horas de domingo onde deveríamos estar presente. Mas também haviam as excursões, para as quais guardávamos dinheiro de muitos eventos, inclusive as bancas de bebidas e comidas na Semana da Pátria, na avenida Bento Gonçalves.
Lembrando da Bento, que já era point de encontro de jovens, um dos grandes programas era ser "roubado" do Seminário na noite de sábado para junto com todos, em cima de um caminhão dirigido pelo Geraldo, levar o chimarrão para zoar com os outros, pois ainda não era bebida da moda. Emoção das emoções, quando o Geraldo cruzava o caminhão entre a avenida e a Andrade Neves. Parava por qualquer motivo e sempre tinha uma buzina sendo acionada. O Geraldo ameaçava dar uma ré e era um pânico só!
Muito aprendi, muito colaborei, muito compartilhei. Além do ser igreja, aprendemos solidariedade e a enfrentar juntos problemas familiares, de formação pessoal, ou, até em procurar emprego para colegas.
De fato, reviver este tempo tem um doce sabor de algo que foi bem vivido, com o desejo de que os jovens, hoje, possam partilhar e compartilhas momentos que façam de suas vidas um sentido e um estímulo para o futuro.
Postar um comentário