quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Fonte e meios de comunicação

O Marcos Sphor (chefe do telejornalismo da TV UCPel) foi conversar, nesta quarta, pela manhã, com os alunos da Teologia. Dentro da ideia de que os estudantes se aproximassem de quem atua no dia a dia dos meios de comunicação, deu uma bela noção de como funciona uma redação de televisão, assim como a sua relação com a sociedade.Os alunos ouviram um lado que nem sempre é conhecido e onde uma instituição - como é o caso da Igreja Católica - tenta ocupar espaços para dar respostas à sociedade e nem sempre sabe o que e como se faz para utilizar a mídia como intermediação.
Além dos exemplos de vida - são muitos anos de reportagens em telejornais de ponta, somados aos recentes anos de trabalho numa tv universitária - Marcos tem a sensibilidade de olhar de diversos ângulos uma mesma realidade: não apenas mostrou o que a televisão espera, mas o que a instituição para a qual falava - igreja - poderia fazer de útil para melhorar esta relação.
Quando se ouve profissionais que estão no meio fica mais fácil de entender os mecanismos, seu funcionamento e as chances que se têm de aproveitá-los. Esste diálogo tende a ser muito proveitoso, pois desmistifica preconceitos e coloca em compasso de colaboração quem é fonte e quem atua nos meios de comunicação.
Postar um comentário