terça-feira, 11 de setembro de 2012

Diálogos da Comunicação

Encontro-me nesta quarta (12), a partir das 9 horas, com o Grupo Ecumênico de Pelotas – GEPel – para tratar do tema “Diálogos da Comunicação”. O convite partiu do coordenador do Grupo, padre Luiz Boari, e será realizado na Comunidade Cristo Redentor, da Igreja Evangélica Luterana do Brasil, na avenida Assis Brasil, 350, Três Vendas.
A comunicação passa ao menos por três estágios – a pessoal, a de grupo e a dos meios de comunicação. Não há como trabalhar uma delas sem que se entendam as demais. Pretendo mostrar a importância de conhecer, especialmente, as estratégias que são utilizadas para chegar aos diversos públicos.
Em 1997, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil fez uma reunião específica, em Itaici, São Paulo, tratando da comunicação. Convidou para a abertura um publicitário que, entre outras coisas, disse que ao homem atual não falta fé, falta que ele perceba que as religiões que lhe são oferecidas auxiliem no desenvolvimento da sua fé.
Dos olhares que lanço sobre a Igreja Católica e as demais igrejas Cristãs, creio que um bom elemento de aproximação é redescobrir o Jesus histórico: seus gestos, suas relações, seu jeito de viver.


Hoje, muitos teólogos olham para os textos evangélicos e se perguntam: será que foi exatamente isto que Jesus disse? Isto não tem importância quando percebemos que, em Jesus, está um pedagogo, um homem disposto ao diálogo e, sobretudo, um grande comunicador - capaz de exemplificar com a própria vida o jeito de encontrar a felicidade.
Postar um comentário