domingo, 13 de outubro de 2013

As Testemunhas de Jeová

Aqui o texto que vamos utilizar nesta segunda - 14 de outubro - a partir das 14h30, em nossa Oficina de Espiritualidade. Será na casa da Marli. Para quem não sabe onde é, vou encontrar o pessoas às 14h20, no Supermercado Nacional da Cohabpel.

As Testemunhas de Jeová são uma denominação cristã não-trinitária, milenarista e restauracionista que possuem adeptos em 239 países e territórios autônomos, ascendendo a mais de 7.500.000 praticantes, apesar de reunirem um número muito superior de simpatizantes.7 São conhecidas pelo seu trabalho regular e persistente de evangelização de casa em casa e nas ruas e pelo seu uso particular da Bíblia, que suscita polêmicas.
Adoram exclusivamente a Jeová e são seguidores de Jesus Cristo. Acreditam que sua religião é a restauração do verdadeiro cristianismo, mas rejeitam a classificação de serem fundamentalistas no sentido em que o termo é comumente usado. Procuram basear todas as suas práticas e doutrinas no conteúdo da Bíblia, conforme orientados pelo seu Corpo Governante.
Nos últimos dez anos, mais de três milhões de pessoas foram batizadas, uma média de cinco mil novos membros por semana. Além disso, no ano de 2011, 19.374.737 pessoas assistiram à Comemoração da Morte de Cristo, constituindo um número bem superior aos dos membros ativos, o que revela que vários outros milhões de simpatizantes têm assistido às suas reuniões e/ou participado de seus cursos bíblicos gratuitos semanais. Só é contado como membro quem já estudou a Bíblia por algum tempo com as Testemunhas de Jeová, a ponto de evidenciar claro entendimento das crenças, tendo demonstrado viver segundo as normas de conduta moral aprendidas, participado na obra de pregação pública, se dedicado a Deus e se Batizado.
As Testemunhas de Jeová são bem conhecidas por sua regularidade e persistência na obra de evangelização de casa em casa e nas ruas. Possuem alguns dos maiores parques gráficos do mundo visando a impressão e distribuição de centenas de milhões de exemplares da Bíblia e de publicações baseadas nela. Como parte da sua adoração a Deus, assistem semanalmente a reuniões congregacionais e a grandes eventos anuais, onde o estudo da Bíblia, orientada pelo Corpo Governante, constitui a principal temática. São ainda conhecidas por recusarem muitas das doutrinas centrais das demais religiões cristãs e pelo apego a fortes valores que afirmam ser baseados na Bíblia, nomeadamente quanto à neutralidade política, à moralidade sexual, à honestidade e à recusa em aceitar transfusões de sangue.
São considerados por alguns teólogos e sociólogos de propagandistas cristãos, de um novo culto cristão, de uma seita cristã influenciada pelo judaísmo ou de fanáticos que rejeitam tratamento médico. Porém, as Testemunhas de Jeová dizem seguir à risca os preceitos bíblicos. Afirmam que não inventaram uma nova religião, mas apenas seguem o que está escrito na Bíblia, e que não importa qual seja a situação, ela contém as orientações e os conselhos para suas vidas. Afirmam que suas crenças, ensinos e atividades são baseadas nela, e por isso incentivam a sua leitura diária. Para ajuda ao entendimento bíblico, suas publicações são produzidas e distribuídas em muitas campanhas missionárias ao redor do mundo.
Originalmente, a impressão de A Sentinela e tratados religiosos era feita quase que inteiramente por firmas comerciais. Mas, visando uma maior divulgação pela página impressa, Russell fundou a Sociedade de Tratados da Torre de Vigia de Sião, sendo que esta associação religiosa é hoje conhecida como Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados de Pensilvânia. Estava deste modo formado o principal instrumento legal do grupo religioso que posteriormente viria a ficar conhecido por Testemunhas de Jeová, visando a realização da sua obra mundial de evangelização.
A diretoria desta Sociedade veio a constituir o que se convencionou chamar Corpo Governante, ou seja, o grupo de homens responsáveis pelas atividades mundiais das Testemunhas de Jeová. Durante muitos anos, a expressão "a Sociedade", usada pelas Testemunhas, era uma referência direta a este Corpo Governante. Finalmente, a partir da década de 1970, passou a existir uma clara distinção entre o Corpo Governante e as várias sociedades jurídicas que as Testemunhas usam em todo o mundo. (síntese: Wikipedia)
Postar um comentário