quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Redes sociais e atitude para mudar

Vou confessar: estou viciado! Neste horário, próximo do meio-dia, estou percorrendo o facebook, curtindo, comentando ou compartilhando mensagens. Já com quase dois mil amigos, cada mensagem que compartilho e comento tem imediata repercussão, no sentido de dizer que está gostando, quer dizer mais alguma coisa, ou, também, quer passar adiante.
Em http://www.facebook.com/manoel.jesus.37, você pode encontrar o que muitos amigos dizem esperar porque passo mensagens que são de alto astral, edificantes, ou "cutucam" o seu jeito de ser!
Vivemos um tempo de transição em que, entre produzir, ter aproveitamento por um meio de comunicação ou, ao menos, fazer uma carta chegar a um amigo, e hoje, onde instantaneamente vemos a mensagem ser produzida, veiculada e ter o retorno, são toques de teclado e de mouse.
Ontem, quando conversei com o grupo "Voltando à Sala de Aula" e algumas faziam a crítica do que "outros" fazem, comentei que, hoje, o "fazer" é muito fácil, propiciado pelas redes sociais, que compartilham diversas mobilizações na linha de terminar com a corrupção - o ficha limpa - até responsabilizar quem bebeu e se envolveu em acidentes com vítimas fatais.
Somente se omite quem quiser! Para quem deseja ser protagonista da vida em sociedade é acompanhar tudo o que está sendo dito, filtrar pelo senso crítico e ir à luta: há muito o que se fazer, provocando atitudes de vida naqueles que se acomodam e se acham coitadinhos num tempo em que, exercer a cidadania, é uma questão de atitude!
Postar um comentário