domingo, 22 de maio de 2011

Não deixe de sonhar


Porque havia de sonhar o sonho de um,
se os horizontes são os mesmos,
se as estrelas luzem para todos,
se a esperança entrelaça corações?

Se eu sonhar
- e vou sonhar -
Ele terá o tamanho
da humanidade.

Capaz de reanimar
até aqueles
que perderam o horizonte,
que não vêem as estrelas,
que deixaram morrer o sopro em seus corações.

É um minuto mágico,
o do sonho.
Em que o silêncio
compartilha mistérios
e,estendendo mãos,
pede que a humanidade
não deixe de sonhar.
Postar um comentário