terça-feira, 2 de abril de 2013

Partilhando as "Oficinas de Oração"

Atendo a pedidos para que compartilhemos nosa "Oficina de Oração", que fazemos todas as segundas-feiras no Centro de Extensão em Atendimento à Terceira Idade. Nosso grupo é ecumênico, portanto buscamos conteúdos em comum a diversos credos e filosofias religiosas. No entanto, não temos a preocupação de dar "papinhas", isto é, conteúdos fáceis demais. Temos a preocupação em despertar uma discussão e um debate sadio e produtivo.
O primeiro momento, conduzido pela psicopedagoga Marli Resende dos Santos, traz um texto da Bíblia para reflexão, quase sempre com uma técnica e alguma atividade para ser exercido ao longo da semana.
O segundo momento é comigo. Já trabalhamos um texto do Luís Fernando Veríssimo (primeiro encontro), a força da presença de Maria na vida de Jesus, o significado sa Semana Santa para o Homem Jesus e iniciamos o estudo dos evangelhos pelo de Mateus. Vamos passar pelo de Marcos, Lucas e João, depois focar as figuras de Pedro e Paulo.
Compartilho o texto do Luís Fernando Veríssimo:

Dez Coisas que Levei Anos Para Aprender:

1. Uma pessoa que é boa com você, mas grosseira com o garçom, não pode ser uma boa pessoa.
2. As pessoas que querem compartilhar as visões religiosas delas com você, quase nunca querem que você compartilhe as suas com elas.
3. Ninguém liga se você não sabe dançar. Levante e dance.
4. A força mais destrutiva do universo é a fofoca.
5. Não confunda nunca sua carreira com sua vida.
6. Jamais, sob quaisquer circunstâncias, tome um remédio para dormir e um laxante na mesma noite.
7. Se você tivesse que identificar, em uma palavra, a razão pela qual a raça humana ainda não atingiu (e nunca atingirá) todo o seu potencial, essa palavra seria “reuniões”.
8. Há uma linha muito tênue entre “hobby” e “doença mental”.
9. Seus amigos de verdade amam você de qualquer jeito.
10. Nunca tenha medo de tentar algo novo. Lembre-se de que um amador solitário construiu a Arca. Um grande grupo de profissionais construiu o Titanic.

Quero, um dia, poder dizer às pessoas que nada foi em vão… que o AMOR existe, que vale a pena se doar às amizades a às pessoas, que a vida é bela sim, e que eu sempre dei o melhor de mim… e que valeu a pena!
Postar um comentário