quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Relações humanas na construção do Reino de Deus

Pois é, no dia 17 de outubro, uma segunda, às 20h30, na casa do Cenáculo, o pessoal do Cursilho vai me aguentar. De novo. Culpa da Eli e da Bela (amigas de longa data, consequentemente suspeitas em seus convites), que pediram para falar de um tema pra lá de legal: "as relações humanas na construção do Reino de Deus".
Como diz a gurizada, até "me achei", pensando que poderia abordar um tema desta envergadura. Mas, vamos lá. Por onde tenho passado, sempre me pedem que fale sobre a comunicação que perpassa o pessoal, o interpessoal e as relações com a sociedade.
Regra número um, para mim a comunicação inicia com um momento de silêncio. Como diz o meu povo lá no interior de Canguçu, "saco vazio não para em pé". Portanto, para quem vai falar, em primeiro lugar, é necessário rezar - no caso daqueles que têm fé - e uma preparação adequada para que os "achismos" não acabem virando em fiasco.
Cheguei a cunhar uma expressão que tem sido repetida: todos precisamos de nossos "espaços de sanidade mental". Isto é, aqueles momentos em que nos reabastecemos pessoal e individualmente para continuar nossas vidas em todas as relações.
Resolvido este primeiro passo, os outros são apenas consequência. O que vivenciamos pessoalmente acaba refletindo nas nossas relações familiares, afetivas, profissionais e sociais. Portanto, por aí vamos conversar com o pessoal do Cursilho. Quantos vão estar dormindo ao final?
Postar um comentário