quarta-feira, 15 de junho de 2011

Cores, sentidos e sentimentos

A tarde adormece sobre a lagoa.
Serena, acolhe o sol que se espreguiça
numa partida dolente.
Um entrevero de cores entre
o esverdeado das águas
e de matizes no céu poente.
Mistura de cores, de sentidos e de sentimentos.
Um suspiro profundo
e o gosto de que se perdeu alguma coisa.
Não basta caminhar ao longo da praia
enquanto a noite chega.
A noite desembarca soberana,
esconde o astro rei
e resta somente a esperança
de um um novo dia tenha
a beleza das cores,
a doçura dos sentidos e
o encanto dos sentimentos.
Postar um comentário